Arquivo para vintage actress

Margareth Lockwood

Posted in Atrizes Europeias Não de Hollywood with tags , , , , , , , , on 03/03/2014 by ilustratordesign

MARGARET LOCKWOOD blue. modified
Margaret Lockwood, CBE (Karachi, 16 de setembro de 1916 — Londres, 15 de julho de 1990) foi uma atriz britânica nascida no Paquistão. Estudou na Academia Real de Arte Dramática de Londres, e estreou no palco aos 18 anos na peça Nannelee. Surgiu no cinema em 1934, no filme Lorna Doone, e alcançou o sucesso em 1938 como uma moça ingênua em A Dama Oculta, de Alfred Hitchcock. Durante sete anos sucessivos ela foi uma das dez maiores bilheterias do cinema britânico, de 1944 a 1950, e ganhou o prêmio National Film Awards durante três anos como melhor atriz. Seu último trabalho no cinema foi em 1955, no filme A Sombra do Pecado, de Lewis Gilbert.

Sharon Tate

Posted in atrizes de Hollywood, model with tags , , , , on 03/03/2014 by ilustratordesign

a sharon tate  blue color
Sharon Marie Tate, Dallas, 24 de Janeiro de 1943 – Los Angeles, 9 de Agosto de 1969 foi uma atriz norte-americana e uma das mulheres mais bonitas do cinema da década de 1960. Morreu de maneira trágica, brutalmente assassinada, aos oito meses de gravidez, pela mãos da notória  da Família Manson, seita de jovens hippies, seguidores de Charles Manson. Considerada uma das melhores promessas do cinema e sexy symbol, na época de sua morte, aos 26 anos, já era conhecida mundialmente, estava casada com o diretor polonês Roman Polanski, havia participado de sete filmes, trabalhado como modelo para comerciais e revistas de moda e tinha sido indicada para o Globo de Ouro pelo filme O Vale das Bonecas, de 1967.

Paulette Goddard

Posted in atrizes de Hollywood with tags , , , , , , , , , , on 01/03/2014 by ilustratordesign

a Paulette Goddard North West Mounted Police
Paulette Goddard, nome artístico de Pauline Marion Goddard Levy, (Nova Iorque, 3 de junho de 1910 — Ronco sopra Ascona, Suíça, 23 de abril de 1990) foi uma atriz americana, famosa por seus filmes para a Paramount Pictures nos anos 40, e pelos seus casamentos com homens notáveis: Charles ChaplinBurgess Meredith e Erich Maria Remarque. Sua estréia nos palcos foi na revista de Ziegfeld “No Foolin”, em 1926, e desempenhou um pequeno papel em “Rio Rita”. No ano seguinte, fez sua estreia no palco atuando em “The Unconquerable Male”. Ela também mudou seu primeiro nome para Paulette, e adotou o nome de solteira de sua mãe (que também era o sobrenome do seu tio favorito Charles) como seu próprio sobrenome.  Paulette casou pela primeira vez aos 16 anos de idade, com o industrial do setor madeireiro Edward James. Em 1929, ainda casada, foi contratada por Hal Roach como extra. Em 1931, depois de se divorciar, foi para Hollywood. Participou do grupo “Goldwyn Girls”, nas comédias musicais de Eddie Cantor, produzidas por Samuel Goldwyn (ex-Samuel Goldfish, da Paramount); “The Kid from Spain”(O garoto da Espanha), “Roman Scandals” (Escândalos Romanos),“Kid Millions” (Cai, Cai, Balão).  Em 1932, Paulette conheceu Charles Chaplin, que a convidou para integrar o elenco de Modern Times(Tempos Modernos) (1936), filme que teve um grande sucesso na época. A sua carreira, contudo, não decolou devido aos comentários sobre seu relacionamento com Chaplin. Casaram-se secretamente nesse mesmo ano, acabando por se separar em 1940. Em 1944, Goddard casou com o ator Burgess Meredith, união que durou até 1949, e em 1958, com o escritor Erich Maria Remarque, autor de Sem Novidades no Front, ficando viúva em 1970. Após a morte de Remarque, com quem vivia longe do cinema nos arredores de Lugano, ao sul da Suíça, Paulette dedicou-se aos negócios com jóias. Ainda aceitou um papel, a de mãe de Claudia Cardinale em “Gli Indifferenti” (Os Indiferentes), filme italiano. Seu último filme, feito para televisão, foi “Snoop Sisters” (também conhecido como “Female Instinct”), para a Universal, em 1972.

Ava Gardner 1942

Posted in atrizes de Hollywood with tags , , , , , , , , on 25/02/2014 by ilustratordesign

Ava Gardner, 1942 red modified
Ava Lavinia Gardner ( 24 de dezembro de 1922 – 25 de janeiro de 1990) foi uma atriz americana. Ela assinou um contrato pela MGM Studios em 1941 e apareceu principalmente em pequenos papéis até que chamou a atenção com sua atuação em The Killers (1946) . Tornou-se uma das principais atrizes de Hollywood e foi considerada uma das mulheres mais belas de seu tempo . Foi indicada para o Oscar de Melhor Atriz por seu trabalho em Mogambo (1953). Apareceu em vários filmes de alto perfil a partir da década de 1950 a 1970, incluindo The Hucksters  (1947), Show Boat (1951), The Snows of Kilimanjaro (1952) , The Barefoot Contessa  (1954) , Bhowani Junction ( 1956) , On the Beach (1959), Seven Days in May  ( 1964) , The Night of the Iguana (1964) , The Life and Times of  Judge Roy Bean (1972), Earthquake (1974), e The Cassandra Crossing ( 1976). Gardner continuou a atuar regularmente até 1986 , quatro anos antes de sua morte, em Londres , em 1990, com a idade de 67 . Foi listada entre as 25  maiores estrelas femininas do American Film Institute .

Anita Ekberg

Posted in atrizes de Hollywood, Atrizes Europeias Não de Hollywood with tags , , , , , , , , , , on 24/02/2014 by ilustratordesign

Anita Ekberg 1956 love modified
Kerstin Anita Marianne Ekberg (nome de batismo de Anita Ekberg), (Malmö, 29 de setembro de 1931) é uma atriz, miss, modelo e sexy symbol  sueca da década de 1960, assim conhecida após sua aparição no filme A Doce Vida, obra-prima do cineasta italiano Federico Fellini. Anita ficou famosa nos Estados Unidos após uma turnê feita com o comediante Bob Hope, em que substituiu Marilyn Monroe, doente, transmitida nacionalmente pela televisão. Na metade da década, ela começou a trabalhar para outros estúdios e foi contratada pela Paramount Pictures para trabalhar com Jerry Lewis e Dean Martin em Artistas e Modelos (1955) e Ou Vai Ou Racha que lhe deram grande projeção popular. No mesmo ano, ela foi para a Europa filmar com o diretor King Vidor, na versão de Guerra e Paz, em que fez o segundo papel feminino depois de Audrey Hepburn. Depois de alguns filmes menores até o fim da década, ela finalmente teve a chance de fazer o filme que a tornaria um ícone, quando foi convidada por Federico Fellini para viver Sylvia, famosa atriz sueco-americana em A Doce Vida. O filme foi um grande sucesso de público e crítica e sua cena noturna na Fontana di Trevi, banhando-se num vestido de noite negro, tornou-se um dos mais icônicos momentos da história do cinema.

Brigitte Bardot

Posted in Ator Europeu, Atrizes Europeias Não de Hollywood with tags , , , , , , , , on 22/02/2014 by ilustratordesign

brigitte-bardot-1954 lilas
Brigitte Anne-Marie Bardot, Paris, 28 de Setembro de 1934, é uma atriz e cantora francesa. Conhecida mundialmente por suas iniciais, BB, é considerada o grande símbolo sexual dos anos 1960. Tornou-se ativista dos direitos animais, após se retirar do mundo do entretenimento e se afastar da vida pública.
Em 1962, filmou com Louis Malle e Marcello Mastroianni Vida Privada, um filme quase autobiográfico sobre uma celebridade do cinema sem vida pessoal, graças a perseguição constante da imprensa. Pouco depois deste filme, BB retirou-se da vida agitada das metrópoles europeias para uma vida de semi-reclusão, mudando-se para uma mansão  em Saint Tropez, no sudoeste da França. Em 1963 estrelou o aclamado filme de Jean-Luc Godard, O Desprezo, e pelo resto da década, seu mito de ícone sexual foi alimentado por filmes como Histórias Extraordinárias, com Alain Delon, Viva Maria, com Jeanne Moreau e As Noviças, com Annie Girardot, entre outros, além de vários musicais de televisão e gravações de discos produzidos por Serge Gainsbourg. Em 1973, pouco antes de completar quarenta anos, Brigitte anunciou que estava encerrando sua carreira. Após mais de cinquenta filmes e de gravar dezenas de discos, ela recolheu-se a La Madrague definitivamente, escolheu usar a fama pessoal para defender os direitos animais e tornou-se vegetariana.

Elke Sommer

Posted in atrizes de Hollywood, Atrizes Europeias Não de Hollywood with tags , , , , , , , on 14/02/2014 by ilustratordesign

a Elke Sommer modified
Elke Sommer, nome artístico de Elke Schletz, 5 de novembro de 1940, é uma atriz alemã. Entre seus filmes mais conhecidos estão: The Prize (1963), com Paul NewmanA Shot in the Dark (1964), com Peter Sellers; The Art of Love (1965), com James GarnerThe Money Trap (1965), com Glenn Ford e Rita Hayworth, entre vários outros.

Paulette Goddart

Posted in atrizes de Hollywood with tags , , , , , , , , on 13/02/2014 by ilustratordesign

a Paulette Goddard painted yellow

Paulette Goddard, nome artístico de Pauline Marion Goddard Levy, (Nova Iorque, 3 de junho de 1910 — Ronco sopra Ascona, Suíça, 23 de abril de 1990) foi uma atriz americana, famosa por seus filmes para a Paramount Pictures nos anos 40, e pelos seus casamentos com homens notáveis: Charles Chaplin, Burgess Meredith e Erich Maria Remarque. Sua estréia nos palcos foi na revista de Ziegfeld “No Foolin”, em 1926, e desempenhou um pequeno papel em “Rio Rita”. No ano seguinte, fez sua estreia no palco atuando em “The Unconquerable Male”. Ela também mudou seu primeiro nome para Paulette, e adotou o nome de solteira de sua mãe (que também era o sobrenome do seu tio favorito Charles) como seu próprio sobrenome.  Paulette casou pela primeira vez aos 16 anos de idade, com o industrial do setor madeireiro Edward James. Em 1929, ainda casada, foi contratada por Hal Roach como extra. Em 1931, depois de se divorciar, foi para Hollywood. Participou do grupo “Goldwyn Girls”, nas comédias musicais de Eddie Cantor, produzidas por Samuel Goldwyn (ex-Samuel Goldfish, da Paramount); “The Kid from Spain” (O garoto da Espanha), “Roman Scandals” (Escândalos Romanos), “Kid Millions” (Cai, Cai, Balão).  Em 1932, Paulette conheceu Charles Chaplin, que a convidou para integrar o elenco de Modern Times (Tempos Modernos) (1936), filme que teve um grande sucesso na época. A sua carreira, contudo, não decolou devido aos comentários sobre seu relacionamento com Chaplin. Casaram-se secretamente nesse mesmo ano, acabando por se separar em 1940. Em 1944, Goddard casou com o ator Burgess Meredith, união que durou até 1949, e em 1958, com o escritor Erich Maria Remarque, autor de Sem Novidades no Front, ficando viúva em 1970. Após a morte de Remarque, com quem vivia longe do cinema nos arredores de Lugano, ao sul da Suíça, Paulette dedicou-se aos negócios com jóias. Ainda aceitou um papel, a de mãe de Claudia Cardinale em “Gli Indifferenti” (Os Indiferentes), filme italiano. Seu último filme, feito para televisão, foi “Snoop Sisters” (também conhecido como “Female Instinct”), para a Universal, em 1972.

Elaine Steward

Posted in atrizes de Hollywood with tags , , , , , , , on 28/01/2014 by ilustratordesign

elaine steward
Elaine Stewart (31 de Maio de 1930 – 27 junho de 2011) foi uma atriz e modelo americana. Nasceu em Montclair , Nova Jersey como Elsy Steinberg . Foi uma das cinco crianças que nasceram em uma família judia alemã. Em 1961, quase no fim da sua carreira na televisão , ela se casou com o ator Bill Carter. Após seu divórcio de Carter, ela se casou com o produtor de televisão Merrill Heatter em 31 de dezembro de 1964. Eles tiveram um filho , Stewart , e uma filha , Gabrielle.  Stewart fez sua estréia vencendo o concurso Mis See, da revista See, em 1952 , com as medidas 34-25-36 . Ela apareceu também em várias outras revistas, incluindo a Playboy e Photoplay . Foi atriz coadjuvante em The Bad and the Beautiful (1952) , como Lila . Foi também destaque como par amoroso do sargento Ryan, interpretado por Richard Widmark, em Take the High Ground (1953) como Julie . Trabalhou  em outros filmes, tais como  Brigadoon , Night Passage, The Rise and Fall of Legs Diamond  e The Adventures of Hajji Baba. Em sua última aparição na TV, em 1964, interpretou a atriz Irene Grey, no episódio Perry Mason.

Debra Paget

Posted in atrizes de Hollywood with tags , , , , , , , , on 15/01/2014 by ilustratordesign

Debra Paget
Debralee Griffin ou melhor, Debra Paget, nasceu em 19 de agosto de 1933. Foi uma atriz de rara beleza e relativo sucesso em Hollywood, principalmente nos anos 50 e 60, trabalhando em filmes clássicos como “Os dez mandamentos”, “Demétrio e os gladiadores” e “Love me Tender”, primeiro filme de Elvis Presley. Abandonou o cinema em 1964 após se casar com Louis C. Kung, um chinês, sobrinho de madame Chiang Kai-Shek, bem sucedido no setor petroleiro.