Archive for the Atrizes Sul-Americanas Category

Helena Ranaldi

Posted in Atrizes Sul-Americanas, model with tags , , , , , , on 18/06/2014 by ilustratordesign

helena ranaldi red modified
Helena Ranaldi Nogueira (São Paulo, 24 de maio de 1966) é uma atriz e modelo brasileira. A carreira de Helena Ranaldi tomou um rumo mais sério quando ela foi classificada entre as cinco finalistas do concurso Supermodel of the World — etapa brasileira, de 1989, promovido pela Class Modelos e pela Ford Models americana (o primeiro lugar desse mesmo ano ficou com a modelo Adriana de Oliveira). Com o dinheiro que ganhou, fez um curso de teatro. Já com 23 anos, mudou-se de São Paulo para o Rio de Janeiro, a fim de seguir carreira artística. Em seu primeiro trabalho, no ano de 1990, interpretou Stefânia, na novela A História de Ana Raio e Zé Trovão, ainda pela antiga Rede Manchete. No ano seguinte, ainda faria outra novela na emissora, Amazônia, antes de transferir-se para a Rede Globo. Em 1992, já contratada pela Rede Globo, interpretou Nina em Despedida de Solteiro. Em 1996, chegou a apresentar o Fantástico ao lado de Pedro Bial, mas a experiência durou pouco tempo porque, em julho, recebeu o convite para atuar na telenovela Anjo de Mim, despontando em um dos personagens centrais. Desde então, vem participando de muitas novelas globais, sempre com bastante sucesso.

Anúncios

Morena Baccarin

Posted in Atrizes Sul-Americanas, Outras Atrizes Americanas de TV with tags , , , , , , , , , , , on 28/04/2014 by ilustratordesign

Morena_Baccarin red modified
Morena Baccarin (Rio de Janeiro, 2 de junho de 1979) é uma atriz brasileira radicada nos Estados Unidos desde os sete anos de idade. Tornou-se célebre pelo papel de Inara Serra na série de televisão Firefly, no filme Serenity (2005), baseado na série, e no papel de Anna na série V. Filha do jornalista Fernando Baccarin e da atriz Vera Setta, teve seu nome oriundo da personagem que a mãe interpretou três anos antes de seu nascimento, no filme O Vampiro de Copacabana (1976). Mudou-se com a família para os EUA, quando tinha sete anos de idade, se estabelecendo em Nova Iorque. Ali estudou no Juilliard School, e foi colega de escola da também atriz Claire Danes (com quem contracenou na série Homeland). Mais tarde interpretou Adria, uma personagem meio humana e meio alienígena, no seriado Stargate SG. Com o lançamento da série V, em 2009, onde interpreta a antagonista principal, como Anna, a líder da raça extraterrestre que planeja conquistar a Terra, teve seu rosto estampado em todos os lugares e mídias, numa projeção que a surpreendeu ao longo dos dez anos de carreira que completava naquele ano. Graças à série, Baccarin foi indicada, em 2010, ao Scream Awards como atriz revelação.

ENGLISH

Born June 2, 1979 in Rio de Janeiro, Brazil, Morena Baccarin was the daughter of Italian journalist Fernando Baccarin and Brazilian actress Vera Setta. At the age of seven, she moved with her family to New York City after her father had been transferred to the Brazilian TV network Globo’s headquarters located there. Baccarin attended the New York City Lab School for Collaborative Studies, where one of her classmates was future “Homeland” co-star Claire Danes. From there, she joined the Fiorello H. LaGuardia High School of Music & Art & Performing Arts before entering Julliard. While studying theater at the latter, she was among the subjects profiled for a 2003 episode about the school on “American Masters” (PBS, 1986 ). Baccarin made her screen debut in “Perfume” (2001), an improvised comedy about the fashion world. From there, she took the lead in the independent feature “Way Off Broadway” (2001) before returning to a more decorative role in “Roger Dodger (2002). During this period, Baccarin kept her hand in the New York theater scene, most notably as Natalie Portman’s understudy and co-star in a Central Park production of “The Seagull.” In 2002, she relocated to Los Angeles, where producer Joss Whedon provided her with a star-making turn as Inara Serra, a courtesan aboard a spaceship populated by outcasts on “Firefly” (Fox, 2002-03). Though short-lived, the science fiction series attracted a dedicated following, which in turn led to her casting in several genre-related titles.

Carolina Dieckmann

Posted in Atrizes Sul-Americanas, model with tags , , , , , , , , , , , on 26/04/2014 by ilustratordesign

carolina_dieckmann metal
Carolina Dieckmann Worcman (Rio de Janeiro, 16 de setembro de 1978) é uma atriz brasileira, célebre por suas atuações em diversas telenovelas e seriados da Rede Globo. Um de seus personagens mais notórios foi Camila, na telenovela Laços de Família. Na trama, Carolina Dieckmann interpretou uma jovem com câncer e chegou a raspar o cabelo para fazer as gravações. Aos treze anos jogava bola numa praia em Búzios com os irmãos, quando foi convidada por Antônio Velasquez, da agência de modelos Class, para tornar-se modelo. Participou de algumas campanhas publicitárias até passar no teste para atuar na minissérie Sex Appeal (1993), em que fez sua primeira personagem na TV, Claudinha. Em 1995, integrou o primeiro elenco do seriado teen Malhação, onde interpretava Juliana (July) uma adolescente rebelde. Destacou-se primeiramente como modelo e, depois, passou a se dedicar à carreira de atriz, tendo feito grande sucesso, que se repetiu em todos os seus trabalhos, até os dias de hoje.

Marina Ruy Barbosa

Posted in Atrizes Sul-Americanas with tags , , , , , , , , on 23/04/2014 by ilustratordesign

MarinaRuyBarbosa modified modified
Marina Souza Ruy Barbosa (Rio de Janeiro, 30 de junho de 1995) é uma atriz brasileira. Fez seu primeiro trabalho significativo no filmeXuxa e o Tesouro da Cidade Perdida, no qual interpretou a personagem Mylla. Em seguida, a jovem fez o papel de Aninha, na telenovela Começar de Novo. Seu bom desempenho nesse papel rendeu-lhe um convite para participar dos testes para a personagem“Sabina”, que interpretou em Belíssima, ambas da Rede Globo de Televisão. Fez também a personagem Isabel no elenco da telenovelaSete Pecados. Posteriormente, vivendo a personagem Vanessa, na telenovela Escrito nas Estrelas, Marina teve a ideia de criar os brincos de zíper usados pela personagem, um acessório que acabaria por virar modismo entre as adolescentes brasileiras. Em 2011, a atriz viveu a personagem Alice, na telenovela Morde & Assopra, onde conheceuKlebber Toledo. Em 2013 participa da telenovela Amor à Vida, interpretando Nicole, uma jovem órfã e milionária que descobre ter câncer. Marina tornou-se uma referência em moda para as mulheres que querem seguir seu estilo. Os cabelos ruivos são considerados a marca registrada da atriz.

Marina Ruy Barbosa

Posted in Atrizes Sul-Americanas with tags , , , , , , , , on 23/04/2014 by ilustratordesign

Marina
Marina Souza Ruy Barbosa (Rio de Janeiro, 30 de junho de 1995) é uma atriz brasileira. Fez seu primeiro trabalho significativo no filme Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida, no qual interpretou a personagem Mylla. Em seguida, a jovem fez o papel de Aninha, na telenovela Começar de Novo. Seu bom desempenho nesse papel rendeu-lhe um convite para participar dos testes para a personagem “Sabina”, que interpretou em Belíssima, ambas da Rede Globo de Televisão. Fez também a personagem Isabel no elenco da telenovela Sete Pecados. Posteriormente, vivendo a personagem Vanessa, na telenovela Escrito nas Estrelas, Marina teve a ideia de criar os brincos de zíper usados pela personagem, um acessório que acabaria por virar modismo entre as adolescentes brasileiras. Em 2011, a atriz viveu a personagem Alice, na telenovela Morde & Assopra, onde conheceu Klebber Toledo. Em 2013 participa da telenovela Amor à Vida, interpretando Nicole, uma jovem órfã e milionária que descobre ter câncer. Marina tornou-se uma referência em moda para as mulheres que querem seguir seu estilo. Os cabelos ruivos são considerados a marca registrada da atriz.

Renata Dominguez

Posted in Atrizes Sul-Americanas with tags , , , , , , , on 31/01/2014 by ilustratordesign

renata dominguez
Renata Santos Dominguez (Rio de Janeiro, 8 de março de 1980) é uma atriz brasileira. A carreira de Renata na televisão se divide em duas etapas: como apresentadora infanto-juvenil no Equador (1992-1999) e como atriz no Brasil (a partir de 2001). Apresentou programas de games, estilo VJ, infantil, intercolegial, programas de variedades, ao vivo e gravados, diários e semanais, gravou algumas músicas e fez turnê pelo país. Ao todo foram seis programas em três emissoras diferentes (Ecuavisa, TeleAmazonas e SiTv), foi embaixadora da Unicef no Equador e representante oficial da marca Walt Disney no país. O fato de ser brasileira impulsionou sua carreira num país marcado pela rivalidade das suas principais regiões (Guayaquil-litoral e Quito-serra). Sendo estrangeira, a apresentadora ficava de fora de qualquer preconceiro regional e tinha aceitação nacional. De volta ao Brasil, em 2001 acabou sendo contratada para Malhação. Fez a humilde Solene da Malhação de 2001 a 2004 aonde ganhou bastante destaque. Devido ao grande sucesso foi contrata pela Rede Record, aonde participou das novelas, A Escrava Isaura, Prova de Amor, Bicho do Mato, Amor e Intrigas, Promessas de Amor . Fez grande sucesso, atuando como Bate Seba,  na minissérie Rei Davi, da Record.

Maria Padilha

Posted in Atrizes Sul-Americanas with tags , , , , , , , , , on 30/01/2014 by ilustratordesign

 maria padilha
Maria Padilha Gonçalves, conhecida por Maria Padilha (Rio de Janeiro, 8 de maio de 1960), é uma atriz brasileira. Ao longo de sua carreira, vem alternando seu trabalho nos palcos, inclusive como produtora teatral, com trabalhos no cinema e na televisão. Fez diversos cursos, como o Tablado, de Maria Clara Machado onde atuou em espetáculos infantis. Começou a carreira de atriz em 1975, com a peça Maroquinhas fru-fru, no Teatro Opinião. Quatro anos depois, juntou-se a um grupo de jovens amigos, entre eles Paulo Reis, Miguel Falabella, Daniel Dantas, Rosane Goffman, Fabio Junqueira, Zezé Polessa e produziram O Despertar da Primavera (1979). A montagem deu origem ao grupo Pessoal do Despertar, do qual participou ativamente atuando e produzindo em todos os espetáculos, como: Happy End (1980), pelo qual Maria foi indicada ao Prêmio Mambembe de melhor atriz; A Tempestade (1982); e O Círculo de Giz Caucasiano (1983), último espetáculo do Pessoal do Despertar. Sob a direção de Aderbal Freire Filho, integrou o elenco de As You Like It ou Uma Peça Como Você Gosta, 1985. Em 1986, atuou em Amor por Anexins, e destacou-se no espetáculo A Bandeira dos Cinco Mil Réis. Em 1987, produziu e atuou em Lúcia McCartney. Em 1989, realizou Lulu. Seguiram-se La Ronde (1991), No coração do Brasil (1992) e A Falecida (1994). Em 1996, atuou em O Mercador de Veneza. Em 1999, interpretou a Macha de As Três Irmãs. No mesmo ano, assumiu a direção artística do Teatro Glória. Em 2001, esteve em Mão na Luva. Em 2006, fez  Antônio e Cleópatra. Maria Padilha estreou no cinema em 1982, em Das tripas coração. Em 1986, atuou em Vento Sul. Na década de 90, esteve no elenco de Boca de ouro (1990), Sábado (1994),  Os matadores (1997), primeiro longa-metragem de Beto Brant, ganhador do prêmio da crítica em Gramado, e Zoando na TV (1999). Em 2008, fez  Fim da linha e  Saens Peña – estação final (2009).  Em 2007, fez uma participação especial na novela Paraíso Tropical, e participou também de um episódio do seriado Toma Lá Dá Cá. No mesmo ano, no teatro, a atriz esteve em Cordélia do Brasil. Em 2009, a atriz participou da minissérie Cinquentinha. Fez inúmeros trabalhos no teatro, cinema e televisão e foi capa da revista Playboy em março de 1994. Na TV destacou-se em novelas da Rede Globo como Água Viva, Mico Preto, O Dono do Mundo, Anjo Mau, O Cravo e a Rosa, Mulheres Apaixonadas e Lado a Lado.